ESTE BLOG PRETENDE ABORDAR OS DIVERSOS TEMAS RELACIONADOS À SAÚDE DE FORMA SIMPLES, DIRETA E ABRANGENTE.

16/11/2009

A Saúde Privada cumpre o seu papel?


Temos direito à saúde isto é fato previsto na Constituição Federal, pagamos os impostos, mas não temos qualidade para alguns simples procedimentos, como marcar uma consulta de determinada especialidade, normalmente os postos de saúde tem as especialidades mais básicas, como pediatra, ginecologista e clínico geral.
Outra opção são os hospitais escolas, mas lá só é para casos muito sérios, então somos obrigados a contratar um plano de saúde, na esperança de um atendimento digno e descente, porém na maioria das vezes, isso não acontece, ultimamente a espera nos hospitais conveniados pelo plano de saúde estão se igualando aos hospitais públicos quando não piores.

Já ouvi relatos, reportagens, informando que quando uma pessoa tem uma doença grave o convenio na grande maioria das vezes vai ficar devendo.
Tomei conhecimento de uma caso, que uma Sra. saudável até grande maioria de sua vida, quando no final precisou fazer hemodiálise, sabe o que teve que ouvir do seu plano de saúde, cobrimos um número X por mês, mais ela precisava de mais seções, sabe o que aconteceu precisou recorrer ao SUS.
Outro caso foi de um Sr. que sofreu um infarto, e precisou sofrer uma cirurgia, o convenio cobriu a cirurgia porem a transfusão de sangue que excedeu segundo seu plano, teve a obrigatoriedade de ser pago por fora. Mas eu desconheço um plano de saúde que informe em seu contrato quantas bolsas de sangue posso usar se precisar.
Um outro caso bem simples é de uma pessoa que foi ao médico de seu convenio e pediu para fazer um simples hemograma, e o médico se negou a pedir dizendo não achar necessário, mas peraí eu pago plano de saúde para que mesmo, acho que seria para usar ..., tempos depois li uma reportagem dizendo que a os planos de saúde inibem os médicos a pedir exames.
Já ouvi muitas barbaridades por aí, mas enfim resumindo muitas vezes pagamos a saúde por duas vezes, sendo elas no público e no privado, e mesmo assim não temos garantia que quando necessário usar, não passaremos aborrecimentos.

Um comentário:

  1. Pode ser que em muitos casos fique a desejar, mas é uma segurança a mais que muitas pessoas se esforçam para ter, ficar totalmente a merce do SUS não é recomendado, o certo é cada um se cuidar ao máximno para não adoecer.

    ResponderExcluir